Archive for the ‘Quaresma/Páscoa’ Category

Quaresma 2013 – VI

TEXTO DEPOIS DA SAUDAÇÃO INICIALPALMA VERDE

CELEBRAR A PAIXÃO E A MORTE DE JESUS E ABISMAR-SE NA CONTEMPLAÇÃO DE UM DEUS A QUEM A AMOR TORNOU FRÁGIL… POR AMOR, ELE VEIO AO NOSSO ENCONTRO, ASSUMIU OS NOSSOS LIMITES E FRAGILIDADES, EXPERMENTOU A FOME, O SONO, O CANSAÇO, CONHECEU AS TENTAÇÕES, EXPERMENTOU A ANGUSTIA E O PAVOR DA MORTE; E ESTENDIDO NO CHÃO, ESMAGADO CONTRA A TERRA, ATRAIÇOADO, ABANDONADO, INCOMPREENDIDO, CONTINUOU A AMAR. DESSE AMOR RESULTOU A VIDA PLENA, QUE QUIS REPARTIR CONNOSCO”ATÉ AO FIM DOS TEMPOS”; ESTA É A MAIS ESPANTOSA HISTORIA DE AMOR QUE É POSSIVEL CONTAR; ELA É A BOA NOTICIAQUE NOS ENCHE DE ALEGRIA.

Chegamos ao último domingo da quaresma e a nossa viagem pelo mar da fé aproxima-se de momentos, cada vez mais difíceis e exigentes. Seremos colocados a prova: chegou o momento de sondarmos as raízes da nossa Fé e de levar até ás ultimas consequências os propósitos da nossa viagem.

A vida é feita de dom e serviço e por isso, a arrogância, não poderá perturbar a nossa viagem e deitar tudo a perder. Foi a arrogância, o egoísmo e a inveja que, fizeram com que os sacerdotes procurassem condenar Jesus e é essa mesma arrogância que impedem tantos homens de abandonarem a praia e lançarem-se ao mar. Em mares cada vez mais atribulados, contemplamos a cruz, o mastro da nossa barca e rezamos com todo o coração. “ Cremos em Jesus, verdadeiro homem”, que viveu e sofreu como os homens, para nos ensinar esta rota.

DSC09244

 

NO OFERTÓRIO – peixe com a palavra “arrogância”

O capitão de uma embarcação é aquele que sabe aproveitar as capacidades de todos os marinheiros, para que todos remem na mesma direção. Mas a arrogância, sentir-se superior a tudo e a todos, pode deitar tudo a perder, e impedir que a nossa barca chegue a terra segura. Não nos esqueçamos da razão da nossa viagem, não neguemos Jesus de Nazaré.

Em alto mar, os perigos são cada vez maiores, e as dificuldades uma presença constante. Deves verificar se, a bóia salva vida da tua barca está operacional, e se o teu colete está bem seguro ao teu corpo. Tudo isto para te recordares dos perigos que, só em Jesus, a razão da tua viagem, encontras segurança e o abrigo.

DSC09245

Quaresma 2013 – V

TEXTO DEPOIS DA SAUDAÇÃO INICIALCORAÇÃO

DE NÓS É ESPERADA UMA ATITUDE DE TRABALHO, FEITO COM O CORAÇÃO, PARA COM TODOS AQUELES QUE SE DESVIAM DOS CAMINHOS DA FÉ, AOS QUAIS DEVEMOS ENCAMINHAR E ACOLHER NO MOMENTO CERTO, SEM FAZER JULGAMENTOS DE VALOR.

Só o amor e a misericórdia geram ativamente a vida, e fazem nascer o homem novo. Á medida que a nossa barca avança, pelo poderoso mar da Fé, a viagem torna-se cada vez mais difícil e exigente. Eis que surge, na nossa frente, a maior e mais temível tormenta que este mar pode guardar: o pecado. Somos marinheiros audazes e destemidos, mas, ao mesmo tempo, não passamos de homens simples, frágeis e limitados que facilmente deixam encalhar a barca no pecado.

Como a mulher adúltera de que nos falará o evangelho de hoje, muitas vezes permitimos que o pecado tome conta das nossas vidas. Mas Deus, o nosso farol e guia não vive segundo a lógica humana, e não pretende o nosso castigo. Deus quer que a nossa barca avance pelo poderoso mar da fé.

Na nossa barca que é a igreja, reconhecemos toda a nossa pequenez e, no silêncio da confissão dizemos: “Cremos no perdão dos pecados”, cremos no amor e na misericórdia de Deus, que nos desencalha e nos faz avançar.

quaresma 2013 - V

No OFERTÓRIO – peixe com a palavra “pecado”

O pecado é uma tormenta constante nesta viagem pelo mar da Fé. No entanto, Deus dá, a estes frágeis marinheiros, a coragem e as instruções necessárias, para que, a nossa barca não encalhe. A sua ajuda e o seu perdão farão avançar a barca. A força de Deus não está no castigo, mas no amor e na misericórdia.

Quaresma 2013 – IV

TEXTO DEPOIS DA SAUDAÇÃO INICIALSOL EUCARISTICO

O SOL É UM DOS RECURSOS DA NATUREZA QUE SUSTENTA A VIDA DOS SERES VIVOS. SEM SOL O MUNDO SERIA INVIÁVEL. TAMBÉM SEM AFETOS A RELAÇÃO SE TORNA INSUSTENTAVEL. OS PEIXES SÃO UM EXEMPLO DE RELAÇÃO EM GRUPO REPRESENTADO EM GRANDES CARDUMES. POR SEU LADO, A EUCARISTIA REPRESENTA O ALIMENTO DA RELAÇÃO ESPIRITUAL COM DEUS, ONDE TEM LUGAR A COMUNHÃO DA FÉ E O CAMINHO DA SALVAÇÃO.

Lançados em alto mar, a nossa viagem já vai longa! Nesta quarta semana somos convidados a reconhecer a presença de Deus na nossa vida, e o seu amor misericordioso e gratuito. Nesta viagem não estamos sozinhos: de forma verdadeira e gratuita, Deus toma lugar na nossa barca. A parábola do filho pródigo, que escutaremos no evangelho de hoje, alerta-nos para a frustração de uma vida longe do amor do “PAI”, no egoísmo, no materialismo, na auto-suficiência.

Como o filho mais novo desta história, também nós poderemos julgarmo-nos capazes de nos lançarmos em alto mar sozinhos. Não nos enganemos! Deus ama-nos de forma gratuita, com um amor fiel e eterno. A nossa viagem conta com a sua companhia, já avistamos o farol, esta não é uma viagem em vão.

Cremos em Jesus , verdadeiro Deus.” Deus de Deus, luz da Luz. Deus verdadeiro de Deus verdadeiro”, o farol que nos indica o porto seguro.

DSC03178

NO OFERTÓRIO – peixe com a palavra “presunção”

A presunção – julgar-se capaz de se lançar em alto mar sozinho. Somos frágeis, pecadores, limitados. Sozinhos, de nada somos capazes. Apesar da nossa barca já se encontrar em alto mar, não criemos a ilusão de pensarmos que, já não precisamos , nem de nada, nem de ninguém. Deus ama-nos de forma gratuita, com um amor fiel e eterno.

Não começamos esta viagem, pelo mar da Fé por acaso. Queremos alcançar Cristo Jesus, ele é o nosso farol.

DSC09078

Quaresma 2013 – III

TEXTO DEPOIS DA SAUDAÇÃO INICIALTRIGRAMA JHS

JESUS SALVADOR DOS HOMENS, CONVIDA-NOS AO ARREPENDIMENTO E Á MUNDANÇA DE ATITUDES QUE POR VEZES ASSUMIMOS NA NOSSA VIDA. CORTAR OS “RAMOS VELHOS” DO NOSSO PENSAMENTO E AÇÕES, PARA SERMOS UM REBENTO NOVO É O DESAFIO QUE NOS É COLOCADO, PARA SERMOS CADA VEZ MELHORES PESSOAS E MELHORES CRISTÃOS.

Neste terceiro domingo da quaresma, a nossa viagem leva-nos para águas cada vez mais profundas. Continuar, exige uma transformação radical da nossa vida, uma mudança de atitude, um centrar das nossas prioridades e objetivos em Cristo Jesus.

No alto mar, experimentamos a dureza da viagem e o desgaste das nossas forças. Mais perigos ameaçam colocar em risco a nossa viagem: como o dono da vinha que, desiludido com o tempo que a sua figueira demorava a produzir frutos, tencionando corta-la e deitar fora. A nossa viagem pelo mar da Fé exige tempo e disponibilidade. A pressa não será uma boa ajuda. “Cremos na igreja de Jesus” e acreditamos que ela nos ajudará a enraizar a nossa vida na Fé, crescer e amadurecer o nosso compromisso com Jesus.

DSC03174

NO OFERTÓRIO – peixe com a palavra “pressa”

Não sejas apressado! Não queiras tudo de uma só vez! Não procures atalhos! Descobrirás que na vida tudo exige um tempo de amadurecimento e crescimento. A uma velocidade mais reduzida, a tua viagem será mais segura, e poderás saborear, com mais intensidade, tudo o que esta viagem tem para te oferecer. Porém não te deixes adormecer, não deixes á deriva a tua barca.

DSC09078

Quaresma 2013 – II

TEXTO DEPOIS DA SAUDAÇÃO INICIAL O MASTRO

NESTE SEGUNDO DOMINGO DA QUARESMA, A PALAVRA DE DEUS DEFINE A CAMINHO QUE O VERDADEIRO DISCÍPULO DEVE SEGUIR PARA CHEGAR Á VIDA NOVA, CENTRANDO-NOS NO MASTRO PRINCIPAL QUE É CRISTO, EXEMPLO HUMANO DA ESCUTA ATENTA DE DEUS E DOS SEUS PROJETOS, DA OBEDIÊNCIA TOTAL E RADICAL AOS SEUS PLANOS.

Já não é possível avistar terra. No entanto, alguns perigos podem perturbar a nossa viagem. Como Pedro que, contemplando a transfiguração de Jesus, não queria descer do monte, também nós podemos cair na ilusão e pensar ter já alcançado o porto seguro.

Não nos deixemos enganar, não fiquemos por ilusões e miragens. A viagem é longa e muitas são as tormentas que teremos de superar. Não tenhamos medo de avançar. Esta é uma viagem só ao alcance dos mais convictos e féis ao compromisso que assumiram.

Com a nossa vida e com o nosso testemunho, queremos que todos nos ouçam dizer “Cremos em Jesus Cristo, filho de Deus, Nosso Senhor!” o nosso porto seguro, o único fundamento da nossa viagem.

DSC03082

NO OFERTÓRIO – peixe com a palavra “Ilusão”

Por vezes, quando deparamos com a exigência da viagem que empreendemos, podemos cair no erro de reduzir as expetativas e as metas. Não atraques já a barca. A viagem ainda está no inicio, muito há a fazer e a percorrer. Não te deixes levar por ilusões ou aparências. Não permitas que o medo tome conta de ti. Prossegue com audácia e entusiasmo a tua viagem. A tua rota está bem traçada. Segue-a com firmeza e convicção e chegarás a porto seguro.

DSC03084

Quaresma 2013 – I

TEXTO DEPOIS DA SAUDAÇÃO INICIALA BARCA

A IGREJA É COMO UMA BARCA NAS ÁGUAS DO MAR DESTE MUNDO, CONDUZIDA PELO SOPRO DO ESPIRITO SANTO E DIRECIONADA POR AQUELE QUE É SUA CABEÇA, JESUS CRISTO.

A BARCA, AS REDES E OS PEIXES ESTIVERAM, POR DIVERSAS VEZES, PRESENTES NA VIDA PÚBLICA DE JESUS, REPRESENTANDO UM MEIO DE INTERPELAR, ACOLHER E SENSIBILIZAR AQUELES QUE QUERIAM ESTAR PARA OUVIR OS SEUS ENSINAMENTOS.

Como comunidade paroquial, não queremos ficar na praia como aqueles que têm medo de avançar e descobrir o que está por trás da linha do horizonte. Queremos ser mais, navegar em altos mares, chegar mais longe! Somos marinheiros audazes e destemidos, que sabem bem o porto onde querem chegar e a rota a seguir. Á nossa volta, muitas são as distrações, os apelos, as tentações que nos convidam a desviar os nossos sentidos do essencial da vida. Na nossa barca, que é a igreja, içamos a nossa vela ao vento, para com voz firme gritar aos ventos e ás marés: “ Acreditamos n’Aquele que enviou, cremos em um só Deus”, e isso nos basta.

quaresma 2013 I

NO OFERTÓRIO: Peixe com a palavra Tentações

Depois de, na ultima quarta-feira, termos iniciado o Tempo da quaresma com a Celebração das Cinzas, neste primeiro domingo da Quaresma, iniciamos a nossa viagem pelo mar da fé. Quem se lança em tal empreendimento deve preparar tudo com muito cuidado: saber aonde vai e como vai. A rota deve estar muito bem definida. Mas cuidado, assim como Jesus foi tentado no deserto a desviar-se do projeto de Deus, também na tua viagem muitas outras rotas irão surgir como mais apelativas.

DSC08248

V Domingo de Páscoa

DSC04271

A nossa vocação é seguir Cristo, no amor, numa família de irmãos que partilha a mesma fé.

É no diálogo e na partilha com os irmãos que a nossa fé nasce, cresce e amadurece e é na comunidade, unida por laços de amor e de fraternidade, que a nossa vocação se realiza plenamente.

Ninguém pode dizer que está em comunhão com Deus se não ama os irmãos. Darão bons “frutos” todos aqueles que estão unidos a Cristo, a “verdadeira videira”.

A união com Jesus não é, no entanto, algo automático, adquirida de uma vez e para sempre; mas é algo que depende da decisão livre e consciente de cada um e que tem que ser continuamente renovada.

O amor é o caminho!

IV Domingo de Páscoa

DSC04207

Neste domingo do Bom Pastor, o Evangelho diz-nos que o Bom Pastor é Jesus que dá a vida pelas suas ovelhas que somos todos nós.

Na atualidade, Jesus é o Bom Amigo em quem podemos confiar pois está conosco nos bons e nos maus momentos, nunca nos abandona e indica-nos o melhor caminho a seguir.

Neste dia mundial das vocações, envia-nos, Senhor, bons pastores para ajudar a transformar o mundo num sítio melhor.

Faz com que não fechemos os nossos corações ao Teu chamamento e aceitemos a proposta que fazes a cada um de nós para Te servir.

III Domingo de Páscoa

DSC04137

Jesus,

Queremos continuar a reconhecer que tu estás presente nas adversidades da vida, na crise que estamos a atravessar, nos nossos maus momentos.

Com o nosso sofrimento entendemos a importância da fé na nossa vida.

Obrigada por te fazeres sempre presente.

II Domingo de Páscoa

DSC04113

Após a Páscoa, os apóstolos viviam numa comunidade de fé. Eles celebravam com alegria a ressurreição de Jesus, com uma só alma e um só coração. A sua união era tão forte que partilhavam tudo o que tinham.

Obrigado, Senhor, pelo testemunho que nos deixaste e por o celebrarmos ainda hoje em comunidade.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 266 outros seguidores