I Domingo da Quaresma – Arrepende-te

O deserto leva-nos ao essencial da vida. Ajuda-nos a viver apenas com o necessário e obriga-nos a ser mais solidários com os outros. Senhor, abrimos a porta do arrependimento, dos nossos excessos e dos nossos egoísmos.

Como nos faz bem voltar para Ele, quando nos perdemos! Insisto uma vez mais: Deus nunca se cansa de perdoar, somo nós que nos cansamos de pedir a sua misericórdia. Aquele que nos convidou a perdoar “setenta vezes sete” dá-nos o exemplo: Ele perdoa setenta vezes sete. Volta uma vez e outra a carregar-nos aos seus ombros. Ninguém nos pode tirar a dignidade que este amor infinito e inabalável nos confere”.

Convite semanal: pensar em 3 pessoas com quem se deseja mudar de atitude e, ao longo da semana, pôr em prática gestos de proximidade, reconciliação, ajuda, atitudes que permitam viver a verdadeira alegria.

DSC00496

Quaresma/Páscoa 2015

"Abre a tua porta à alegria do Evangelho"

Queremos responder ao desafio de abrir a porta para passar "do encontro pessoal com Jesus Cristo"… "ao anúncio renovado que proporciona aos crentes, uma nova alegria na fé e uma fecundidade evangelizadora" (Papa Francisco)

DSC00481

Epifania

No dia da Epifania, celebra-se a nível mundial, o dia da Infância Missionária. A Infância Missionária é uma obra pontifícia que tem como lema "crianças ajudam crianças" e é formada por grupos de crianças cristãs que rezam, fazem pequenas renúncias e promovem gestos de solidariedade em favor das crianças mais desfavorecidas de todo o mundo, para que estas tenham melhores condições de vida e conheçam Jesus.
Há 5 anos atrás, um grupo de crianças e adolescentes decidiu abraçar esta obra e criou um grupo chamado "Estrelas Missionárias".


Pelo quinto ano consecutivo, cada elemento foi chamado pelo nome e renovou o seu compromisso perante a comunidade como membro das Estrelas Missionárias: Infância e Adolescência Missionária de Pinheiro da Bemposta.

Natal do Senhor

Deus foi fiel às suas promessas: enviou o seu Filho até nós.

Mas Deus é sempre cheio de surpresas. Não aparece como um herói poderoso, como um sábio erudito.

Deus vem ter connosco como criança. Em fragilidade. Sem se impor. Entregando-se aos teus cuidados. Dependente do amor que Lhe quiseres oferecer.

DSC01023

Emanuel, Deus connosco, ajuda-me a reconhecer-Te em todos os sinais da Tua presença e faz de mim mensageiro da Tua alegria.

Deus da Luz, ilumina-me e faz de mim um farol para todos os que, na dúvida e no desânimo, Te procuram.

Deus feito criança indefesa e frágil, imagem viva da ternura de Deus, ajuda-me a viver com fé o teu Evangelho.

Rezar no Advento A, Edições Salesianas

IV Semana Advento 2013

Advento, tempo de espera.

Não apenas de um dia, mas daquilo que os dias, todos os dias,

de forma silenciosa, transportam:

a Vida, o mistério apaixonante da Vida que em Jesus de Nazareth principiou.

Advento, tempo de redescobrir

a novidade escondida em palavras tão frágeis como

"nascimento", "criança", "rebento".

Advento, tempo de escutar

a esperança dos profetas de todos os tempos.

Tolentino Mendonça

Desperta, Acorda! Aí vem o nosso Deus.

“A VIRGEM CONCEBERÁ E DARÁ À LUZ UM FILHO E O SEU NOME SERÁ DEUS CONNOSCO.”

DSC00948

Oração das Crianças

Obrigado Jesus por S. José. Obrigado porque, assim como Deus o ajudou a acolher Maria e a proteger-Te, assim eu experimento, que todos os dias Deus me protege.

Jesus, abençoa os meus pais e cuida deles. Mostra-lhes o melhor caminho para me ajudarem a crescer, como Maria e José fizeram contigo. Vem Jesus, vem e fica no coração da minha família. Bem precisamos de Ti.

Oração Familiar

Senhor Jesus que vens ao nosso encontro fazendo-Te um como nós, ajuda-nos a despertar para ouvir a Tua voz e deixar-Te nascer no nosso lar. Torna-nos sensíveis às famílias que nos rodeiam, para que neste Natal, a ninguém falte o pão e a esperança. Ajuda-nos a descobrir-Te em todos os presépios, em todas as manjedouras e em todas as Marias e José. Obrigado porque és um Deus connosco! Vem, não tardes.

III Semana Advento 2013

A esperança está grávida da grande pergunta da humanidade: “Quem és tu?” Quem é esse Deus tão próximo que “faz os cegos verem, os coxos andarem, os surdos ouvirem, os mortos ressuscitarem, e anuncia a Boa Nova aos pobres”? (Conf. Mt 11, 2-5) ? Pergunta que provoca e mergulha cada um no seu próprio mistério: quem sou eu e quem é Deus para mim?

É tempo de esperança, é tempo de alegria… é tempo de voltar o coração para Deus. Continuemos a saborear lentamente o tic-tac do tempo que clama: Vem Senhor!

DSC00946

Oração das Crianças:

Jesus, como Te posso conhecer melhor e conversar contigo? Ajuda-me a descobrir e a compreender a Boa Notícia que tens para mim, hoje. Preciso tanto da tua força e da tua alegria. Bem sabes que não está fácil viver! Obrigado porque está comigo. Ajuda-me a preparar o Teu Natal. Vem Jesus!

Oração Familiar – PAI OU MÃE

Senhor, «Os cegos veem, os coxos andam, os leprosos são curados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam, e a Boa Nova é anunciada aos pobres…” (Mt 11, 2-5) Será que, na vida de todos os que voltam para ti o coração, estes milagres acontecem? Ser curado, recuperar a vida e ouvir a Tua Boa Notícia é ser salvo? Esta é a Esperança dos crentes? Desperta-me para a Tua Sabedoria e acolhe o meu desejo de ser salvo. Vem Senhor Jesus

II Semana Advento 2013

Hoje, Isaías conta-nos um sonho, João Baptista convida-nos á conversão. Neste segundo domingo do Advento, cada um é convidado, pessoalmente, a voltar o coração para Deus. Só quem com Ele se encontrar e viver poderá construir, ser co-criador da comunidade descrita por Isaías. Eis o sonho do Pai que deseja ver os filhos reunidos à volta da mesa. Vem Senhor Jesus.

DSC00880

Oração das Crianças

Jesus, obrigado porque me amas e está atento a todas as minhas alegrias e dificuldades. Estamos no Advento, a preparar o teu Natal. Coloca a minha mão na tua mão para eu desejar conversar contigo todos os dias e ser capaz de ajudar, partilhar, estar atento, perdoar… Vem Jesus, não tardes!

Oração Familiar – PAI OU MÃE

Senhor, na desumanidade em que vivo, tenho tendência a usar a moeda da violência, da mentira, do “venha a mim”. Bem sabes que não é fácil remar contra a maré quando todos enganam todos. Como voltar o coração para Ti e colocar-Te no coração da família? Sei que és solidário com as minhas lutas. Vem… para que seja possível ser, hoje, Natal!

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 271 outros seguidores